Clodovil - Jornal Animal

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Clodovil

Celebridades > B - C
Clodovil:
“Meus animais são meus tesouros!”

No dia 17 de junho de 1937, nascia em Elisiário, no interior de São Paulo, Clodovil Hernandes.
Hoje, Clodovil é, sem dúvida alguma, um dos maiores nomes da televisão brasileira. Além de todo o seu Talento e Arte, Clodovil mostra nesta entrevista toda a sua sensibilidade no carinho e amor com que trata seus animais.

Os primeiros animais:
Ainda em sua infância, Clodovil teve uma cachorrinha chamada Lili. Depois, foram vários animais de estimação.

A dor da perda e a lição:
Clodovil nos conta que teve também um cachorro chamado Daniel:
“Ele morreu acidentado, foi atropelado no Rio de Janeiro, por descuido meu, estava andando com ele na rua sem coleira e guia. Nunca devemos andar com cães nas ruas sem proteção”.

Os animais em seu apartamento e em sua casa:
Clodovil nos diz: “Em São Paulo, moro num apto e minha casa em Ubatuba passo os finais de semana, agora como estou fora da TV me divido entre lá e cá, mas é provisório”.

O tempo para eles:
“Claro, quando posso estou sempre com eles, Antonio e Castanhola estão sempre comigo”.

Como são os seus animais:
São muitos e Clodovil sempre fala deles com carinho: “Meus pugs são: Antonio, Castanhola, Carmen, Vanja, Black out, Tamborim, Cuica, Pandeiro e Violão, e duas pastoras brancas: Diva e Casta”.

Os cuidados com eles:
“Tenho um rapaz que cuida deles em Ubatuba, em São Paulo sou eu mesmo quem cuido e minha empregada leva para passear”.

O que é cuidar bem de um animal?
“Cuidar bem de um animal é como cuidar de um filho, exatamente a mesma coisa. Ele tem sentimentos, e ama você como ninguém, ele é fiel a você , se você cuidar dele com carinho te protegerá e estará com você sempre. Os filhos não, tem vidas próprias, são seres humanos nascem para o mundo. O cão depende de você”.

Você acha que o Ser Humano de uma forma geral trata bem os animais?
“Alguns sim outros não, você só vai saber o que é ter um cão se tiver um, senão nunca vai entender. A maioria gosta de animais”.

Os Novos Projetos:
Perguntamos sobre os novos rumos e Clodovil nos respondeu:
“Por enquanto estou aguardando e estudando propostas de emissoras. Vamos ver”.
Recados:

De Clodovil para Você, Leitor:
“Espero que todos cuidem de seus animais com carinho e nunca o maltratem, ele precisam de carinho e afeto e serão dedicados e educados se você ensiná-los. Meus animais são meus tesouros, a Castanhola já me livrou de um possível suicídio, quando cheguei em casa um dia muito mal pensando em me matar, vi a Castanhola na porta do lado de fora e pensei quem deixou a Castanhola para fora, quando entrei em casa me lembrei que ela estava em Ubatuba, e não pensei mais naquela loucura”.

Do Jornal Animal para Você, Clodovil:
O Talento e a Arte, com certeza foram dados por Deus e conquistados por você, Clodovil, com muito empenho e carinho em todas as coisas que você fez e faz. Saiba que as pessoas gostam de verdade de você, Clodovil! Gostam da sua sensibilidade e da coragem com que se posiciona diante de tudo. Descobrir que você gosta tanto de animais só revela ainda mais a boa pessoa que você é de fato”.

Para Você, nosso Leitor:
“Continuaremos sempre em busca de entrevistas com pessoas tão sensíveis como Clodovil Hernandes que como você, consideram seus animais, verdadeiros tesouros para serem guardados do lado esquerdo do peito”.

Sergio Valério


 
Busca
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal