Dra. Erika Correia Peixoto - Jornal Animal

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Dra. Erika Correia Peixoto

Seções > Entrevistas > Profissionais
Dra. Erika Correia Peixoto

A médica veterinária Dra. Erika Correia Peixoto nos fala de seus pets e nos traz informações importantes sobre como cuidar dos nossos queridos animais.

1. O que a levou a estudar Medicina Veterinária?
R. Sempre gostei de animais, desde criança. Aos 10 anos, ganhei uma pinscher, a Estrela. Foi ela quem me despertou o interesse pela medicina veterinária. Uma amiga, Dra. Vera Terachow, que cuidava da Estrela me inspirou e a partir dali sempre dizia que um dia eu seria "doutora de animais".
 
2. Dentro da Medicina Veterinária, você se especializou em algum segmento?
R. Eu me especializei em Medicina e Cirurgia de Silvestres e Nutrição Natural para Cães e Gatos.

3. Onde você trabalha atualmente? Em que cidade e país?
R. Trabalho em uma clínica, na Zona Norte de São Paulo,Brasil.
 
4. Você teve animais de estimação em sua infância? Como se chamavam e como eles eram?
R. Como já disse, meu primeiro animalzinho foi uma pinscher, a Estrela. Depois, ganhei do meu pai uma dálmata, a Punky. Tive quatro gatos persas, o Gaspar, a Penélope, a Shadow e a Marie. Também tive uma jiboia legalizada pelo IBAMA, a Alice Cooper. Tive também dois lhasas apsos, a Bazinga e o Percival.
 
5. Atualmente você tem animais de estimação?
R. Atualmente tenho um lhasa apso, o Bartholomeu e um gato SRD, o Friedric Nietszche. Eles são tranquilos e dormem juntos.

6. O que os governos dos países ainda não fizeram e que precisaria ser feito em relação à proteção e cuidados com os animais?
R. Alguns passos já foram dados em relação a proteção aos animais aqui no Brasil, porém ainda se faz necessária uma fiscalização e punição mais rigorosa contra os maus tratos aos animais.
 
7. Como se deve cuidar de um animal de estimação?
R. É preciso muito carinho e amor aos animaizinhos. Cuidados veterinários, não somente quando eles apresentarem alguma doença. Fazer a vermifugação e as vacinações, além do cuidado com a alimentação e atividades físicas.
 
8. Como se deve prevenir doenças em cães e gatos?
R. A prevenção deve ser feita através, principalmente, das vacinações. Não deixar de dar as vacinas nas datas estipuladas pelo médico veterinário responsável pelo animalzinho.

9. O que você, como médica veterinária, gostaria de dizer para os internautas da web revista Jornal Animal que gostam tanto de serem tutores dos seus pets?
R. Não esqueça que seu animalzinho te vê como um pai/mãe. Ele depende totalmente de você. Então, dê muito amor e carinho, cuide da alimentação e da saúde de seu bichinho. Assim, ele terá uma vida longa e saudável ao seu lado e lhe dará muitas alegrias.
 
 


 
 
Busca
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal