Martinho da Vila - Jornal Animal

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Martinho da Vila

Celebridades > M
Martinho...do Tico, Joana, Napoleão, Jade, Lundu, Samba e...da Vila !

Na Fazenda:
Em Duas Barras, no interior do Rio de Janeiro, no dia 12 de fevereiro de 1938, nasceu Martinho José Ferreira.
Seus pais, Josué e Tereza, lavradores da Fazenda do Cedro Grande vieram para o Rio de Janeiro e trouxeram o garoto Martinho que completava quatro anos de idade.
Da sua Vida na Fazenda, Martinho com certeza trouxe para o Rio, boas lembranças: -Sua família, a natureza, os animais...

Na Serra:
Chegando ao Rio, Martinho foi morar na Serra dos Pretos Forros.
O jovem que sempre gostou de animais, adorava compor e a música
sempre fez parte da sua vida quando menino, adolescente e jovem, mesmo quando exercia outras profissões:
-Auxiliar de químico industrial, sargento, escrevente, contador, essas três últimas quando servia o exército.
Em 1970, Martinho resolveu dar baixa no exército e passar a servir unicamente à Música. Afinal de contas, em 1969 havia lançado um LP que trazia os seus primeiros grandes sucessos: “Casa de Bamba”, "O Pequeno Burguês”, entre outros.

Na Vila:
Para o Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos de Vila Isabel, Martinho fez maravilhosos sambas-enredos, de 1967 a 1993.
A sua Vila Isabel que lhe valeu o nome “Martinho da Vila” é sagrada para ele.
Com Martinho, em 2004, a Vila voltou ao Grupo Principal das Escolas de Samba do Rio de Janeiro onde aliás, deveria é ter lugar cativo.
Afinal de contas, a Vila é a Vila e Martinho é da Vila.

No Brasil:
No III Festival da TV Record, Martinho mostrou pela primeira vez, o seu talento para um grande público. A participação no Festival foi definitiva, “Casa de Bamba” se tornou um grande sucesso nacional e ele de lá pra cá se tornou por todo o país, o Martinho de todas as Vilas!
Aliás, o Martinho de todos os bairros, de todas as cidades e de todos nós, tamanha é a força da qualidade do seu trabalho que já chegou a marca de 34 discos, entre LPs e CDs.

Em casa:
É o momento onde Martinho se refaz de tantas atividades, de tantos shows por todo o país.
É lá, ao lado de Cleo, sua esposa, que ele brinca com Tico, um poodle-toy com 12 anos de idade, que nas suas próprias palavras “está antiguinho, mas está bem animadinho ainda...”
Tico é como a Arte de Martinho:
-Livre. Anda pela casa, caminha pelo condomínio, com toda a liberdade que um animal merece.
Carinho também é o que não falta a Tico.
Martinho e Cleo cuidam de Tico com toda a atenção e cuidados necessários:
-A ração correta. O veterinário.As vacinas e é claro, muito amor!
Cleo comenta que Tico é daquele tipo de cachorro temperamental e quando ele late, todos o respeitam.
O poodle adora deitar exatamente bem no meio dos espaços e quando Martinho se distrai e esbarra nele, acaba tendo que dar alguns pulos como se estivesse sambando, pra escapar do Tico...

No sítio:
Adivinhe onde fica o sítio de Martinho? Isso mesmo. Se você pensou na primeira morada de Martinho, acertou em cheio!
Exatamente em Duas Barras, no interior do Rio de Janeiro, no mesmo lugar onde Martinho nasceu.
Quando voltou à terra natal para ser homenageado, Martinho não pensou duas vezes quando soube que a antiga Fazenda do Cedro Grande estava à venda.
Lá Martinho tem quatro cachorros: Joana e Napoleão, dois labradores, Jade, uma pastora alemã e Lundu, segundo o próprio Martinho, “um vira-lata cheio de charme...”
Segundo Cleo, “todos os cachorros do sítio são de porte bem grande, mas quando Tico chega é ele quem passa a comandar o espetáculo no sítio.”
Sempre que pode, Martinho vai para lá com Cleo, sua esposa.
O caseiro Cláudio é quem toma conta dos animais, com a recomendação oferecer aos cachorros todos os cuidados necessários.
Martinho tem a alma e a sensibilidade de um grande artista e por isso mesmo a frase sai do coração: - “Os meus animais são todos sem grilos.”

No Mundo:
Martinho agora será de todas as Vilas do Mundo.
Portugal vai entrar no seu brasileiríssimo samba e a França também irá conhecer o seu mais recente CD onde ele canta seus sucessos também em francês.

Quem é Martinho?
O pai de oito filhos e sete netos.
O apaixonado marido de Clediomar Corrêa Liscano Ferreira, a sua Cleo.
O dono do Tico, da Joana, do Napoleão, da Jade e do Lundu.
Todo mundo sabe que foi do Lundu que nasceu o Samba.
E foi do Samba que nasceu o nosso Martinho de todas as Vilas.

Recados:

De Martinho para você, leitor(a):
“Como vão os seus bichos? Todos sem grilos? Maravilha...
Muito carinho, muita ternura para todos os bichos com grilos que é pra eles ficarem sem grilos...Um abraço!”

Do Jornal Animal para Martinho:
Dá gosto ver uma pessoa que não se deixou mudar pela fama e que mesmo tendo se tornado uma celebridade, continua sendo mais do que tudo, um grande ser humano.
Obrigado, Martinho! Pela sua Arte e pelo seu carinho com o nosso Jornal Animal!
E o nosso muito obrigado também a Cleo que sempre nos atendeu com toda a atenção e foi inclusive, a fotógrafa do Tico!”

Do Jornal Animal para Você, leitor(a):
Que bom que você está de novo com a gente nessa edição!
Aguarde a próxima entrevista! O nosso Jornal Animal está sempre “farejando” o que há de melhor pra você, leitor!

Sergio Valério

 
Busca
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal