O Gato - Jornal Animal

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

O Gato

Colecionador > Página 6
Sergio Valério
 
Eu sou um gato.
Posso estar nos muros, nos apartamentos, nas favelas ou nas mansões, mas sempre  serei simplesmente um gato.
Negro, Branco ou de várias cores, nada disso importa:
-Continuarei sendo um felino,como aquele primeiro gato que dizem ter sido domesticado pelos egípcios.
Aliás, você sempre me achou muito misterioso, não é mesmo? É que você não procurou ainda me conhecer melhor...
-Se eu chego perto e me esfrego em você, é claro que eu estou demonstrando o meu carinho, mas confesso também que estou querendo deixar um pouco do meu cheiro no seu corpo, para marcar você como parte do meu território.Coisa de gato...
-Eu adoro dormir...aliás, cá entre nós, você também, não é, ser humano?
Às vezes, meu sono é profundo, quando eu me sinto seguro e outras vezes, meu sono é leve e sou capaz de acordar ao menor ruído.
Adoro me lamber. Essa é minha maneira de tomar banho...
Eu também sinto uma grande necessidade de arranhar. O que acontece é que as minhas unhas não param de crescer. Ainda bem que você já inventou arranhadores pra mim, senão...o que seriam dos seus móveis, dos seus sofás, hein?
Outra coisa que você não sabe é que eu também posso conviver com cachorros...
Basta que sejamos criados juntos, ainda filhotes...
Aliás, conviver é uma coisa que você, ser humano também precisa aprender. O fato de pessoas nascerem em países diferentes não as faz diferentes.
Assim como nós gatos, independentemente de raças, somos sempre gatos, o ser humano é sempre o mesmo ser humano.
Que tal viver em paz, meu amigo? Chega de guerras, chega de brigas pelo poder...
Desta forma, a sua vida será melhor e mais longa e eu espero que você não precise de 7 vidas para aprender essa lição...

 
Busca
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal