Dara, Anny e a Cratera - Jornal Animal

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Dara, Anny e a Cratera

Colecionador > Parte 5
Sergio Valério
 
Um menino entrevistado na TV definiu o que sentiu ao ver a cena: Um aperto no coração. Além do aperto no coração, a cratera trouxe a dor, a tristeza e o sentimento de impotência para todos nós.
Como lidar com aquela imensa massa de terra e concreto que cobriu a vida de todos nós, nestes primeiros dias do nosso ano novo de 2007?
Não temos superhomens que podem vencer barreiras como estas e desta maneira, só podemos chorar pelos que se foram e observar os nossos heróis bombeiros que enfrentam tudo para resgatar a nossa própria esperança.
No meio de tanta angústia dos familiares mais próximos das vítimas e de todos nós que nos sentimos também vítimas, uma cena emocionou a todos:
-Anny e Dara, foram a nossa luz no fim do túnel destruído. Elas foram em busca dos nossos irmãos humanos para que nós pudéssemos, enfim, encontrá-los.
Talvez ainda estejamos muito distantes de poder retribuir o amor que eles, animais de estimação, nos oferecem, mas quem sabe um dia, possamos chegar, pelo menos, na metade do carinho que eles nos dão.
Talvez este dia aconteça quando estivermos bem mais crescidos em nosso emocional, talvez aconteça em uma época onde, quem sabe, os detentores do poder pensem mais no ser humano e menos no dinheiro e no seu próprio e vil poder.
Talvez este dia jamais aconteça e continuemos a ver desastres e mais desastres, físicos e emocionais, rondando o nosso dia-a-dia, tragando-nos para o fundo do poço.
Porém, apenas uma certeza temos:  -Sempre existirão Daras e Annys que irão farejar em busca da esperança, para nos devolver a crença em um mundo melhor, onde uma luz aponte uma saída no fim do túnel.
Uma saída para a verdadeira vida que precisa voltar a ser...humana.
Obrigado, Dara. Obrigado, Anny.
 
Busca
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal