Escolha seu pássaro - Jornal Animal

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Escolha seu pássaro

Seções > Pássaros
Por que ter e como escolher um pássaro?

Dr. Alberto Moreira, médico veterinário, orienta:

Você gostaria de ter um pássaro, mas ainda não tem certeza de que este seja o melhor pet?
Pássaros podem ser ótimos companheiros, e como qualquer outro pet, eles também precisam de cuidados veterinários, boa alimentação, brinquedos e seu carinho e atenção.
Caso você possua algum tipo de doença, consulte um Médico Veterinário especialista no atendimento de pássaros antes de tomar esta decisão.
Lembre-se, o bem-estar desses animais e qual a espécie mais indicada para seu tipo de vida e gosto, depende do contato com seus proprietários e do profissional que o orientou.

Em primeiro lugar, saiba que pássaros capturados na natureza não são os melhores pets para ninguém. São vítimas do tráfico de animais, que os submete às mais terríveis condições até a venda e acelera a extinção de espécies nativas. Se você procura espécies nativas, o IBAMA pode fornecer uma lista de locais especializados e legalizados para comercializar estes pássaros, pois assim você terá um animal que será, no mínimo, a 4° geração daquela espécie nascida em cativeiro. Sendo então um animal próprio para e acostumado a viver em gaiolas, um animal que solto certamente morrerá de fome, um animal acostumado com convívio com os seres humanos. Seguem algumas dicas para ajudá-lo a escolher a melhor ave para ser seu novo pet.

Agaporne
Calafate silver
Comportamento

Se você não gosta de muita bagunça, escolha pássaros pequenos, como Canários, Coleirinhas, Curiós, Azulões, Bicudos. Além de Mandarins, Bavets, Star Finch, Diamante Gould, Degolados, Manons, entre outras aves chamadas de "bico fino".
Agora se você gosta de pássaros que tem cores mais vivas, são mais agitados e brincalhões, podendo ser até mansos como um cãozinho, temos Papagaios, Lories, Jandaias, Agapórnes, Periquitos, Calopsitas e Cacatuas, que são aves muito inteligentes, alguns bons imitadores de voz e outros ótimos assobiadores, que são classificados como psitacídeos.
Porém é importante lembrar que os psitácideos podem fazer todos esses truques mencionados se forem muito estimulados e expostos a conversas com os donos, só assim eles poderão aprender.

Relacionamento

É comum ter medo de levar uma bicada do pássaro, mas isso não precisa ser um motivo para que você deixe de adquirir um pet. Quando filhotes, pássaros de porte médio e grande são bastante dóceis e têm pouca força no bico. Na idade adulta, contudo, podem se tornar agressivos, seus bicos ficam mais fortes e o comportamento pode ser alterado.
Assim, em primeiro lugar, descubra o quanto seu pássaro poderá crescer, qual a idade aproximada do animal que você está adquirindo.
Lembrando sempre que é muito importante você criar um vínculo de cuidado e proteção com sua ave, principalmente no caso dos psitacídeos mansos, pois o segredo está em sua ave confiar em você.


Canário macho
Periquito australiano
Interação com as crianças e outros pets

Você deve promover a interação entre crianças e os outros pets da casa com o novo pássaro, mas precisará de um lugar onde possa alojar o pássaro quando não estiver presente, um lugar seguro para que ele se sinta seguro. E se tiver uma ave muito grande, como uma Arara, talvez seja necessário proteger crianças e outros pets, para que ela não seja provocada de algum modo.
Conclusão:

Ao comprar um pássaro, procure locais que ofereçam um suporte para a criação e/ou manutenção desta ave, profissionais que possam oferecer orientações e em caso de dúvida, procure sempre um Médico Veterinário Especialista para avaliar sua ave e orientá-lo corretamente.

Se você tem dúvidas sobre pássaros, envie para o nosso e-mail: contato@jornalanimal.com.br
 
Busca
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal