Moacyr Franco - Jornal Animal

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Moacyr Franco

Celebridades > M
Moacyr Franco,
Sua Arte, sua Vida e seus Bichos!

A Paixão de Ontem e de Hoje:
Perto da natureza e dos animais, Moacyr nasceu em Ituiutaba, Minas Gerais.
O filho da "Dona" Jovina e do "Seu" Antonio, nos conta:
"Morei na roça até os 12 anos de idade, eu convivi com isso tudo, eu tenho verdadeira paixão."
"Pra você ter uma idéia, eu compro arroz em casca e jogo todo dia porque aí os pássaros pretos chegam, fazem ninho lá na minha casa. Tudo o que é de passarinho que você possa imaginar eu tenho no meu quintal."

A Família:
Moacyr tem 6 filhos, sendo três dos dois primeiros casamentos: Júnior, Guto e Maria Cecília. Hoje, com Daniela, sua esposa, seus filhos João Vitor e os gêmeos Ana Helena e Domênico, Moacyr curte a Vida ao lado da família, de seus cachorros e de todos os bichos que moram em sua casa.

Os Caminhos pela Vida:
De pintor de pára-choques de caminhões em Uberlândia, Moacyr caminhou por várias estradas: crooner de orquestras, programas de rádio, até a grande oportunidade chegar, em 1958, quando foi convidado para trabalhar na Praça da Alegria, com Manoel de Nóbrega.
"O Mendigo" (criação do ator e humorista Canarinho), obteve consagração nacional e até hoje a marcha "Me dá um dinheiro aí", a música-tema do personagem é um grande sucesso em todos os Carnavais.
De lá para cá, o povo brasileiro se apaixonou por ele e o acompanha até hoje em sua versátil Arte que compreende o Canto, a Composição, o Rádio, a Televisão, o Teatro, o Humor, enfim Moacyr é de todas as Artes.

Moacyr e seus Animais:
Quando perguntamos se Moacyr tinha animais em sua casa, a resposta veio em um sorriso:
"Na minha casa eu tenho muito passarinhos em 2 viveiros grandes com calopsyta, tenho periquitos uma chinchila, a Bela e treze cachorros..."
Os nomes dos cachorros, Moacyr têm na ponta da língua:
"Pinga, Mexerica, Sorte, Wendy, Meg, Juninho, Elvis, Lassie, Negão, Amarela, Zappa, Elvis e Cindy."
Moacyr vai nos contando também sobre as raças de seus animais: "dois cockers, três poodles, uma collie, e mais vira-latas, mestiços, tem de tudo..."

O Tempo para eles:
Moacyr chega em casa de noite, sai muito cedo e por isso não tem muito tempo para os seus animais, porém ele nos conta:
"São tantas pessoas lá em casa que eles se divertem por eles mesmos, mas quando chega o domingo eu posso curti-los um pouco!"

Os Animais no Brasil e no Mundo:
"Não quero cair na vala comum dessa crítica permanente. Eu prefiro dizer que eu faço a minha parte. Tenho uma fazenda em Goiás, que é uma fazenda ecológica, plantei 2 milhões e meio de árvores e lá tem tudo que é animal."
Sobre como deve se comportar o ser humano em relação aos animais, Moacyr, segue nos dizendo: "Eu ensino para os meus filhos como a gente pode ser feliz e também não ensino isso como lição, como obrigação. Eu só enxergo felicidade como convivência."

Os Novos Projetos:
Moacyr está no SBT com um dos seus grandes sucessos na Televisão brasileira: "Meu Cunhado", com Ronald Golias.
O artista não para de criar e de buscar novos caminhos, ele nos confidencia:
"Já estou gravando um piloto. Não posso adiantar porque a idéia é muito original e posso perdê-la". Mas o Jornal Animal insiste e Moacyr conta especialmente pra você, nosso leitor: "É um musical..."

O Compositor e os Bichos:
Moacyr já fez cerca de 10 músicas falando de animais e nos explica:
"Eu tenho um CD que se chama "Inteligência é loucura". Na capa, aparece uma cachorra que eu tive que se chamava Aliança, com os seus cachorrinhos. Nesse CD eu conto história de cachorro, de onça, de papagaio, de tudo..."

O que é cuidar bem de um animal:
"É deixar eles levarem a vida deles como eles nasceram. Por exemplo, lá na minha casa eu tenho três terrenos diferentes, separados. No do meio fica a cachorrada, nos outros eu não deixo os cachorros irem que é para os passarinhos ficarem à vontade e outro terreno para um lagartão poder ficar tranqüilo e as cobras também passarem."
"Eu acho que cuidar bem é isso, deixar que eles convivam naturalmente, sem você insistir ou ensinar nada, pelo contrário, nós é que temos que aprender com eles".

O novo CD:
"Suave é a noite", "Doce Amargura", "Balada n*7", são tantos os sucessos que um Jornal Animal inteiro não seria suficiente para lembrar todos.
Moacyr nos conta do mais recente CD: "Hoje o meu objetivo é um pouco diferente. Eu lanço um CD para que as pessoas tomem conhecimento do que eu estou produzindo nessa altura da minha vida. Não é exatamente para fazer sucesso, competir. Se der certo, bem. Não posso me queixar porque esse ano eu já fiz um sucesso com "Incêndio no Canavial" (tema da novela "Canavial de Paixões, do SBT) e nesse mais recente disco da Rita Lee, eu inclusive tive a oportunidade de ir a um show dela, a música "Tudo Vira Bosta", de minha autoria foi a mais cantada. Eu não posso me queixar."

Daqui a dez anos:
Moacyr viaja no tempo e nos diz:
"Me imagino muito rico, com 24 cachorros...Pretendo dobrar, pelo menos!"

Recados:

De Moacyr para você, leitor:
Não poderia ser diferente, ele deixa como mensagem especial, o último verso de sua moda de viola que faz parte do CD "Inteligência é loucura": "Que seja um homem feliz quem tem no bicho um irmão. Quem deite e acorde sorrindo e ensine ao filho o perdão
Que seja a minha riqueza o que couber nessa mão."

Para Você, Moacyr:
Conversar com você nos deu a gostosa sensação de estarmos em paz.
Tudo porque é exatamente isso que você transmite, Moacyr.
Como é bom existir um Moacyr assim:
-Um grande artista que traz além da versatilidade da sua Arte, toda a sensibilidade e a ternura que um ser humano deveria sempre manter por toda a sua Vida.
Talvez esse seja o maior degrau que possamos alcançar um dia, sermos essencialmente seres do bem e da paz.

Para Você, nosso leitor:
Esse é o nosso desejo de sempre. Dividirmos com você, nossa alegria cada vez maior, entrevistando mais que celebridades, "serenidades", pessoas de bom coração como Moacyr Franco que ama e respeita os animais, assim como você o faz.

Sergio Valério

 
Busca
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal