O Aprendizado dos Cães - Jornal Animal

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

O Aprendizado dos Cães

Seções > Comportamento
Em entrevista ao nosso Jornal Animal, Sergio Moro nos oferece importantes informações sobre o comportamento dos cães. Confira!

1. Com que idade um cão pode ou deve começar a aprender padrões de comportamento?

R. A partir do momento que cão nasce, ele já está aprendendo. O criador se tiver conhecimento na parte comportamental, já pode iniciar a educação na parte de higiene, ou seja, ensinar o filhote à fazer a necessidade no local certo.
Aulas de faro podem iniciar aos 10 dias de idade antes do filhote abrir os olhos. As primeiras aulas de adestramento de obediência e proteçãopodem iniciar aos 40 dias de idade.

2. Cães adultos também conseguem aprender?

R. Sim, mas nível de resposta não é tão rápido quanto o de um filhote, quando você inicializa o adestramento no período infantil do cão, você potencializa a capacidade de aprendizado do cérebro do cão.


Foto Arquivo Pessoal
Foto Sergio Valério

3. Existem cães que são mais "difíceis" quanto ao interagir com outros cães?

R. O que existe é falta de limite e liderança. O cão necessita de um líder e se não vê isso no proprietário, ele assume essa postura. Aí o problemas começam a surgir, mesmo um trabalho de socialização bem feito pode ser estragado, a partir do momento que o cão em questão, encontrar um cão agressivo que o venha a atacar.

4. Cães de raças diferentes reagem de forma também diferente ao trabalho de treinamento?

R. Alguns cães possuem maiores afinidades para determinados tipos de trabalho, mas em geral não é impossível de se realizar, basta o adestrador em questão conhecer técnicas que se embasem nos instintos de sobrevivência.




5. Um cão "entende" quando o seu tutor "chama" a sua atenção, por algum ato que o desagradou?

R. Isso vai depender do momento em que a correção for aplicada, sendo que existem correções que o cão deve interpretar como um castigo mandado por Deus.

6. Cães machos são diferentes das fêmeas, no que se diz respeito ao comportamento?

R. Os Cães machos recebem a influência da Testosterona, que cruzado com seu perfil psicológico, pode ser um cão de difícil controle para pessoas não qualificadas.

7. Como deve ser a relação entre um tutor e o seu cão? É preciso que o tutor o lidere ou é possível uma relação mais equilibrada?

R. A relação deve ser a mais equilibrada possível, respeitando a natureza do animal e não querendo transforma-lo em um ser humano. Se o ser humano necessita de um líder nos vários seguimentos sociais, imagine um cão que vive em uma constante neurose de que corre risco de vida e que querem invadir seu território para tomá-lo.


Foto Arquivo Pessoal
Foto Sergio Valério


8. É correto que um cão tenha acesso a todos os espaços da casa ou do apartamento?

R. Não! Para tudo há um limite.

9. Deixar o cão dormir na própria cama do seu tutor é uma boa medida?

R. Nem pensar, seria a mesma coisa que você levar um amigo para dormir com você e sua esposa.
10. Como evitar que um cão "pule em cima" das visitas, quando elas chegam?

R. Controlar a chegada e o comportamento das visitas seria o primeiro passo, o segundo seria colocando limites ao cão e ensiná-lo a receber carinho sentado.
O outro grande problema é a falta de orientação das visitas, os que gostam exageram na dose de carinho e na maioria das vezes levando o cão a um estado frenético de euforia.
Esse tipo de atitude é nociva ao cão, levando-o à ter esse comportamento indesejado sempre que chega uma visita, pois ele associa a chegada ao carinho.
O correto ao comprar um cão é ter uma consulta comportamental antes do cão chegar em casa, pois muitas pessoas compram cães imaginando conviver com o cão de uma maneira e normalmente as soluções para os problemas são conflitivas com o modo de vida que o cão leva.
Foto Sergio Valério
Foto Sergio Valério
Sergio Moro atua na área Canina desde 1975. Formado no Curso de Psicologia  Canina e Felina, pelo Instituto de Educação Aplicada (Barcelona) Espanha. Cursou  Workshop de Psicologia Comportamental Dr.Dennis Fetkon (USA) e Workshop Suzanne  Hertts (USA). Ph.D. em comportamento animal pela Colorado States University.
 
Busca
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal