Simoninha - Jornal Animal

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Simoninha

Celebridades > S - T - U - V
2005
Simoninha
De Pai para Filho, o Amor pela Música e pelos Animais!

Os maiores especialistas em Educação afirmam que a referência que se tem de nossos pais é muito importante para que se possa definir o que uma criança será no futuro.
Um bom exemplo é este que trazemos aqui no nosso Jornal Animal. Acompanhe e reflita:

O Pai:
Wilson Simonal adorava a Música e os Animais.
Um dos seus Pets foi o pequinês Tacal que era adorado pelo filho e por toda a família.
O pai era um verdadeiro showman e um dos mais talentosos intérpretes da nossa música brasileira, sem falarmos da sua privilegiada voz que possuía um timbre de rara beleza.
Wilson Simonal colecionou inúmeros e grandes sucessos interpretando músicas como “País Tropical”, "Mustang Cor de Sangue" “Sá Marina”, “Mamãe passou açúcar em mim”, só para citar alguns entre muitos.
Um dos momentos mais marcantes na carreira de Wilson Simonal foi quando se apresentou no Maracanãzinho e conquistou um público de mais de 15.000 pessoas que cantaram com ele, ‘Meu Limão, meu Limoeiro”.
Simonal faleceu no ano de 2.000, mas deixou a marca do seu talento através de sua importante obra.

O Filho:
Wilson Simoninha também ama a Música e nos afirmou que “animal é a melhor coisa que existe no mundo.”
Ele tem duas labradoras: Morena, hoje com quatro anos e meio e Maricota, a filha de Morena, que tem dois anos.
O garoto Simoninha que tinha na discoteca do seu pai o seu verdadeiro play-ground, já lançou 3 discos solos e participou como músico e/ou produtor, em mais de 30 discos.
Aplaudidíssimo pela crítica, Simoninha é cantor, compositor, pianista e toca também violão e contrabaixo.
Seu mais recente lançamento é o CD “Introducing Wilson Simoninha – Live at Trama Studios”, com as excelentes faixas “É Isso que Dá”, “Lá Vem o Homem”, “ Bebete Vãobora” e tendo o piano de César Camargo Mariano a acompanhá-lo, ele canta também um dos grandes sucessos do pai, “Tributo a Martin Luther King”.

Morena e Maricota:
Na casa de Simoninha, as cachorras tem acesso total. Elas são cuidadas pelo seu dono que nos afirmou que “se é para ter um animal, tem que cuidar e se dedicar”.
Morena e Maricota, além do carinho, têm também vacinas, veterinário, rações adequadas, banho e tosa e todos os cuidados necessários.
Simoninha acredita que o ambiente bom é fundamental para um animal se sentir bem e além disso todo animal precisa passear.

O acidente com Maricota:
Ele nos conta que quando Maricota, aos 3 meses quebrou a pata num lugar muito difícil, no cotovelo, ele tentou fazer de tudo que estivesse ao seu alcance para que ela não tivesse seqüelas.
Além do veterinário que a atendeu, Simoninha a levou a um fisioterapeuta de animais que foi super útil. Simultaneamente, Maricota fez piscina e cascalho para se fortalecer e para perder o medo de pisar.
Hoje, Maricota está ótima, somente quando ela faz muito esforço físico, chega a mancar levemente.

O Reencontro entre Pai e Filho:
Simoninha recentemente realizou um dos seus sonhos, produziu junto com o irmão Max de Castro, “Wilson Simonal na Odeon”, que contém toda a fase musical do pai na gravadora. Junto com os CDs, um livro e uma série de informações sobre a carreira do pai.

A Família:
Ao lado de sua esposa Camilla, Simoninha segue seus caminhos pela Música e em casa, Morena e Maricota fazem a alegria da família.
A vida, através do pai, Wilson Simonal, lhe deu o amor pela música e pelos animais e isso com certeza, lhe trouxe a sabedoria para afirmar:
“-Quem trata bem o animal, trata bem do seu semelhante e se relaciona bem com a Vida.”

Simoninha é uma pessoa exatamente assim, de bem com a vida.
E cá entre nós, a vida sempre está de bem com quem ama a Música e o Animais.

Sergio Valério
 
Busca
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal