O Melhor Amigo - Jornal Animal

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

O Melhor Amigo

Colecionador > Página 7
Sergio Valério
 
Dentro da danceteria, socos e pontapés acontecem.
Agressões  de homens para homens e o saldo final é desolador:
-Hospitais e Delegacias no atendimento. Famílias chorando e sofrendo as perdas em lutas inúteis que mostram apenas o lado triste do ser humano.
As manchetes nas emissoras de Rádio, TV e Jornais destacam:
- Pit boys criam pânico nas noites da cidade!
A utilização do “pit” antes de outras palavras vira moda:
 - Pit isso. Pit aquilo. Como se “pit” passasse a ser sinônimo de violência...
Até um deputado levanta a bandeira de acabar com a raça pit bull entre os cães.
Parece que estamos vivendo uma nova “caça as bruxas”. Só que agora as bruxas tem quatro patas e latem.
No entanto, a história do mundo mostra que não são os animais que gostam da violência pela violência.
Aliás, nenhum animal é assim. Só a luta pela sobrevivência pode levar um animal a isso.
Em todos os outros casos, é o homem que estimula essa violência.
A arena com os cristãos sendo entregues aos leões é um exemplo disso.
As rinhas, as disputas entre galos, entre cães, são organizadas...pelo homem. Isso é tão fácil de ser visto e no entanto, hoje estamos voltando à triste época da caça às bruxas.
O incrível é que até o próprio homem de bem está assimilando e incentivando essa caça, usando a mesma terminologia.
Está na hora de acordarmos e escrevermos a História de forma diferente.
Chega de aceitarmos essa nomenclatura preconceituosa.
Um cachorro não é violento. Na verdade, ele sim é violentado se aguçada e estimulada a sua violência.
O cachorro ainda é o melhor amigo do homem.
O homem é que não tem sido o melhor amigo do cachorro e cá entre nós:
-Também não tem sido o seu próprio melhor amigo.
 
Busca
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal