Toquinho - Jornal Animal

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Toquinho

Celebridades > S - T - U - V
Toquinho
Sua Música e seu Carinho pelos Animais!

Em 1966 surgia o seu primeiro LP instrumental: "O Violão do Toquinho". De lá para cá, ele sempre brilhou em seus caminhos, desde o seu 2º LP, em 1970, com o seu primeiro e grande sucesso, com Jorge Benjor: "Que maravilha".
A parceria com Vinicius de Moraes, que se faria presente por 11 anos, resultando em cerca de 120 canções, 25 Lps no Brasil e no exterior, e em mais de 1.000 shows por palcos brasileiros, europeus e latino-americanos, teve início em junho de 1970, com uma série de shows, ao lado de Maria Creusa, em Buenos Ayres.
Além do eterno Vinicius de Moraes, Toquinho sempre teve grandes parceiros como: Chico Buarque de Hollanda, Paulo Vanzolini, Paulo César Pinheiro, Gianfrancesco Guarnieri, Belchior, além de Maurizio Fabrizio, compositor italiano, que em 1982 veio ao Brasil e compôs ao seu lado, algumas das músicas do LP "Acquarello", lançado em San Remo, na Itália e que deu a Toquinho um Disco de Ouro, um feito único para artistas brasileiros, no exterior.
São inúmeros os sucessos de Toquinho, como único autor e em parcerias. Precisaríamos de muitas edições para citar todas, por isso citamos apenas alguns: “Aquarela”, “A Bicicleta”, “A Tonga da Mironga do Kabulete”, “Como dizia o poeta”, “Cotidiano n.02”, “Maria vai com as outras”, “Meu pai oxalá”, “O caderno”, “O pato”, “Para viver um grande amor”, “Que maravilha”, “Regra Três”, “Samba da volta”, “Samba de Orly”, “São demais os perigos dessa vida”, “Tarde em Itapuã”, “Turbilhão”, entre tantas outras. Este é Toquinho, o grande destaque desta edição do nosso Jornal Animal.

Toquinho:
Ele mesmo nos conta: “Sou paulistano, do bairro do Bom Retiro. Tenho pai e mãe vivos, Antonio e Diva; e meu irmão João Carlos”. Da forma carinhosa que sua mãe o chamava quando de sua primeira infância, "meu toquinho de gente", surgiu Toquinho que, já há muitos anos, é reconhecidamente, um dos maiores nomes da Música Popular Brasileira.

Os animais de sua infância:
Ele se lembra com carinho: “Quando tinha uns 11 anos, meu pai comprou um cão Pastor Alemão, o Lord, que não ficava em casa, mas na indústria, como guarda, na mesma rua onde morávamos. Era um animal muito forte e bonito, capa preta, adestrado, e eu mantinha até uma certa ligação com ele, que chegava, inclusive, a obedecer a meus comandos. Infelizmente, o Lord morreu cedo, e jamais foi substituído”.

Toquinho, Jade e Chalise:
Ele nos conta sobre Chalise, a cachorrinha de sua filha Jade:
“Hoje moro em apartamento e não tenho nenhum animal. Mas curto muito a cachorrinha de minha filha, que, aliás, foi presente meu para ela. É da raça Maltês, chama-se Chalise, toda branquinha, uma graça. Quando me vê faz a maior festa, em duas patinhas, porque, alimentada na base da ração, sabe que ganha sempre de mim pedacinhos de alimento normal, que nós, humanos, comemos. E ela adora! Só que minha filha não pode saber disso... Fico pouco em contato com a Chalise e, quando acontece, trato-a com carinho, claro”.

O que é cuidar bem de um animal:
Toquinho mostra toda a sua consciência quanto ao respeito e carinho que todo animal merece: “Cuidar bem de um animal é dar-lhe atenção necessária e carinho adequado, sem exageros, respeitando sua condição de animal, e ensinando-o a respeitar também nossa condição de ser humano. O ser humano, geralmente, trata bem dos animais. É preciso ser muito cruel para agir de forma contrária”.

As músicas falando de animais:
Toquinho nos detalha: “Muitas de minhas músicas visando a criança falam de animais, como o gato, a cachorrinha, o pato, a foca, a galinha d’Angola, o ursinho de pelúcia, o macaquinho de pilha, e ainda o leão, a pulga, a abelha, a corujinha, uma porção, enfim”.

Toquinho daqui a dez anos:
Ele olha para o futuro e reflete: “Cuido bem de minha saúde e sou um otimista. Portanto, daqui a dez anos, pretendo estar tocando muito violão, fazendo shows, gravando discos, viajando bastante, jogando algum futebol e muita sinuca, namorando o suficiente e curtindo os netos, que, aliás, estão demorando para chegar...”.

Recados:

De Toquinho para Você, nosso(a) leitor(a):
“Para finalizar, espero que todos que convivem com um animal aprendam a usar mais a capacidade instintiva para tornar a vida mais simples e natural. Ah! Ia me esquecendo de dizer que estou procurando um boldogue inglês”.

Do Jornal Animal para Toquinho:
Queremos agradecer o seu carinho e atenção para com os nossos leitores e dizer obrigado também pelos presentes musicais que você nos ofereceu através das suas composições, do seu brilhante trabalho como músico de primeira qualidade e como intérprete da nossa Música Popular Brasileira que, através de você, se faz representar com a maior qualidade em todo o Mundo”.

Do Jornal Animal para Você, nosso(a) leitor(a):
Esta foi mais uma edição em que nos sentimos gratos a você que nos acompanhou por todas as vírgulas, pontos e letras, com tanta atenção e carinho, o mesmo carinho que você dedica aos seus queridos animais de estimação, também tão respeitados pelo nosso entrevistado, Toquinho”.

Sergio Valério

 
Busca
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal