Marih - Jornal Animal

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Marih

Seções > Quem cuida do seu Pet? > Protetores e Tutores
Marih nasceu em Sombrio, no estado de Santa Catarina, Brasil.
Nesta entrevista ela nos fala do seu amor pelos seus pets e do respeito que tem por todos os animais.

1.   Marih, conte-nos sobre os animais que você teve em sua infância.
R. Minha infância sempre fui rodeada de animais, tanto em casa como quando estava na fazenda. Nasci com alergia a pelos e pó, mas como um pai ou uma mãe negam um pedido de um criança por um animalzinho? E foi assim comigo. Com o tempo as crises alérgicas iam diminuindo e hoje não tenho alergia.
 
3. Atualmente você é tutora de algum animal?
R. Sim, tenho 5 cães. Dois estão na casa da minha mãe porque no momento moro em apartamento e eles são grandes. Três moram comigo. Cada um tem uma personalidade. O Lucky, poodle grande, é tranquilo e educado. O Jhonnie, poodle grande, é o gordo folgado. O Garu, poodle toy, é o velhinho manhoso. O Jack, spitz alemão,  é o lord da casa e o Bruce, pug, tem o capeta no corpo. Mas todos são muito amorosos e brincalhões. São muito unidos. O Garu, Jack e Bruce tem instagram.
 
4. O que os seus pets representam para você?
R. São meus filhos.

5. Como é o seu dia-a-dia com os seus pets?
R. Como eu e meu noivo trabalhamos o dia todo fora e moramos em apartamento, nosso dia começa levando-os para creche, fim do dia eles ficam conosco.
 
6. Quais são os cuidados que você tem para com os seus pets?
R. Todos os cuidados possíveis. Água fresca, ração super premium. O Garu toma remédios geriátricos, os outros tomam ômega. Todo dia comem ração com alimentação úmida.
 
7. Você se lembra de um fato marcante que aconteceu com você e com os seus animais?
R. Vários. Cada um tem algo marcante em minha vida. Garu é o mais velhinho e toda vez que ele fica doente ou precisa de mais cuidados, lembro de todo amor que ele já me deu, toda sua trajetória em minha vida.
 
8. O que é preciso para ser uma boa tutora para os animais?
R. Muito amor. É fundamental lembrar que eles sempre precisam de nós e não podemos virar as costas quando eles precisam. Oferecer uma qualidade de vida que eles merecem
 
9. O que os governos nos níveis municipais, estadual e também no nível federal poderiam fazer para os animais que ficam nas ruas?
R. O governo deveria ter um centro para os animais de rua com qualidade, não com eutanásia, já que não acharam um lar poderiam ter um lar de qualidade e com todos os cuidados que merecem.
 
10. Que mensagem você enviaria para os (as) internautas da nossa web revista pet Jornal Animal?
R. Um pet não escolhe para que casa vai, ele só quer oferecer amor. Então, não dê as costas quando ele mais precisar de você. Pois, em qualquer momento de sua vida ele estaria lá para te dar amor.
 


 
Busca
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal