Priscila Fantin - Jornal Animal

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Priscila Fantin

Celebridades > N - O - P - Q
Priscila Fantin
nos conta o que faz os animais felizes!

Priscila Fantin é uma grande atriz. As suas interpretações têm o poder de nos envolver e fazer com que nos emocionemos de corpo e alma em cada cena, gesto, palavra ou olhar. Somente as grandes atrizes têm este poder e Priscila consegue somar ao seu talento, uma sensibilidade que somente os mais evoluídos humanos são capazes de ter. Tornar-se uma estrela e permanecer simples é para poucos e Priscila é exatamente assim.

Priscila, sua família e sua infância:
A filha de José Marcos e Silvana, irmã de Fabíola e Marcelo, nascida em Salvador, Bahia, nos conta sobre os seus primeiros Pets: “Eu tinha dois manons sem nome, um peixe dourado que se chamava Pimpolho, o coelho Ra, o dushround Toquinho, o pintinho Nhonho e duas galinhas: a Giserda e a Criserda. Claro, cada qual em momentos diferentes, mas sempre em apartamento e na fazenda”. Priscila pensa um pouco e se lembra de mais uma Pet: “Ah! e mais tarde, a dush Maggie”.

As perdas:
Priscila se emociona: “Ter dado a Maggie foi um trauma”. Ela também se recorda de um outro momento muito difícil: “Também perdi o pintinho Nhonho quando era mais nova, num sitio. Fizemos até enterro para ele, a perda foi recompensada mais tarde, mas chorava muito(tanto um, quanto o outro)”.

Split & Yupi:
Priscila fala dos seus Pets, o peixe beta Split e a dushround Yupi: “O Split é um beta esperto, que chega perto quando você conversa, pede comida, pula para alcançar seus dedos... A Yupi é minha fiel escudeira, já está com seis anos! É muuuuito educada, atende todos os comandos que ensinei e tem um paninho que leva para cima e para baixo. Parece gente!”.

O Tempo para os seus Pets:
Apesar da vida agitada e de tantos compromissos, ela nos mostra que sabe da importância que é para os animais terem a atenção da sua dona: “Quando chego em casa, fico tempos conversando com cada um. Eles sentem falta de atenção!”.

Os Cuidados:
Priscila Fantin se preocupa e quer que seus animais de estimação estejam sempre bem cuidados. Ela nos diz: ”A Yupi chegou subnutrida, eu cuidei e eduquei até ela ficar forte e com dentição completa (a mãe da Yupi tinha rejeitado-a). Minha mãe passava mais horas com ela, enquanto cuidava, conversando, educando”. Priscila complementa: “Hoje em dia, ela passeia todas as manhãs, seja comigo ou com a Marta, que trabalha comigo. A Yupi tem gravidez psicológica, então, sempre que vem o cio, o cuidado redobra. Ela já cruzou três vezes, mas acho que é estéril. Todos gostam muito dela e cuidam também porque ela se satisfaz com carinhos e é dengosa... Já o Split, o meu namorado cuida mais porque já perdemos o Buda, outro beta que ficou poucos dias comigo. Eles são peixes sensíveis à temperatura e pegam fungos e bactérias com facilidade. Para trocar a água tem todo um processo”.

O que é cuidar bem de um animal?
Priscila resume de forma precisa: “É conversar, dar amor, carinho e respeitar seus limites”.

O Ser Humano e os Animais:
Ela não pensa duas vezes e nos responde: “Existe absurdos, pessoas que tratam animais como seres humanos e o contrário, pessoas que destratam. Precisamos ter consciência que eles também precisam de convivência saudável, respeitando as diferenças”.

A personagem mais marcante:
Entre tantas excelentes interpretações, qual seria a personagem mais marcante de sua carreira? Ela nos responde: “A Maria, de Esperança”. Quisemos saber sobre os projetos que ela ainda não fez e pretende realizar. Priscila abre um sorriso para o futuro e diz, de forma bem humorada: “Um longa metragem e Teatro, ou melhor, tudo!”.

As Fotos de Priscila:
Além das fotos em que Priscila aparece interpretando personagens, ela mesma nos descreve uma foto de Yupi no Jornal Animal. “A Yupi participou de uma peça de teatro infanto-juvenil em 2005, "O Herdeiro Milionário".

Recados:

De Priscila Fantin para Você, leitor(a):
“Converse com seus animais e plantas, passe boas energias e eles se sentirão mais fortes e felizes. Faz toda a diferença!”.

Do Jornal Animal para Você, Priscila Fantin:
Cada uma das palavras que você nos disse em sua entrevista, continha carinho e respeito. São presentes que todos nós, jornalista e leitores iremos guardar para sempre. Afinal de contas, carinho e respeito valem ouro. Obrigado por tudo, Priscila!

Do Jornal Animal para Você, Leitor(a):
Como faz bem conversarmos com pessoas sensíveis que respeitam e amam os animais, não é mesmo? Muito bom também é saber que temos você, nosso(a) leitor(a), nos acompanhando já há tanto tempo, mergulhando em nossas linhas e páginas com tanta atenção. Um forte abraço! Até a próxima, se Deus quiser!

Sergio Valério

 
Busca
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal