Marcelo Mastrangelo - Jornal Animal

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Marcelo Mastrangelo

Seções > Quem cuida do seu Pet? > Esteticistas e Groomers
Marcelo Mastrangelo é esteticista animal. Confira a entrevista onde ele nos oferece importantes informações sobre os cuidados com os pelos dos pets.

1. O que o levou a ser um Esteticista Animal?
R. Tinha dezoito anos e um amigo (Anderson Santos) trabalhava de Tosador e estava precisando de Banhista. Então ele falou comigo e topei. Confesso que no começo não gostava muito... os cães mordiam, eu ia embora cheio de pelos, rs... Mas quando peguei gosto e passei a entender melhor o comportamento dos cães, tudo mudou! Me apaixonei pela profissão e não parei mais.

2. O que há de novo em termos de técnicas na Estética Animal?
R. De lá para cá muita coisa mudou! Já se passaram 15 anos... O mercado cresceu, as pessoas começaram a cuidar mais da estética de seus pets. Começou a surgir no mercado produtos e equipamentos para facilitar nosso trabalho. Então hoje temos técnicas usando materiais modernos que nos possibilitam fazer o nosso trabalho em menos tempo com a mesma qualidade! Como, por exemplo, fazer uma tosa na tesoura em pelagem lisa usando adaptadores, nos dando a opção de várias alturas...

3. Onde você trabalha atualmente? Em que cidade, estado e país?
R. Trabalho na Pet: Fiusa Pet Spa é Boutique, localizado na cidade de Ribeirão Preto, SP, Brasil.

4. Você teve animais de estimação em sua infância? Como se chamavam e como eles eram?
R. Tive vários cães quando criança, todos sem raça definida... Tupi, Natasha são minhas maiores lembranças...

5. Atualmente você tem animais de estimação?
R. Hoje tenho cinco pets em casa: um poodle gigante (Pedro), uma Pinscher (Chiquinha), uma Pinscher (Clô), uma gata srd (Lady) e uma gata srd (Diva). As gatas são super dóceis, o Pedro e a Clô são mais ativos. Já a Chiquinha é mais tranquila, porém ela quem manda em todos... é a primeira, com 7 anos.

6. O que os governos (municipais, estaduais e federais) ainda não fizeram e que precisaria ser feito em relação à proteção e cuidados com os animais?
R. Poderiam criar leis mais severas, para evitar abandono, máus tratos, cruzamentos comerciais (sem responsabilidade),oferecer as vacinas necessárias, tratamento veterinário.... Enfim, sabemos que poderiam fazer mais pelos pets.

7. Como se deve cuidar da pelagem de um cachorro?
R. Existem vários tipos de pelagem. Cada uma tem suas particularidades, mas no geral, escovação pelo menos três vezes por semana, banho semanal, hidratação quando necessário. Afinal hoje os pets fazem parte da família, tem um cantinho dentro da casa... E ninguém quer um cão com mau cheiro dentro de casa...

8. Como se deve cuidar da pelagem de um gato?
R. O pelo dos gatos também precisa de manutenção. Escovação frequente, principalmente nos pelos longos, por exemplo, um persa. Eles fazem uma auto higiene e precisam de banhos com menos frequência que os cães. É muito difícil fazer o primeiro banho de um gato depois que ele estiver adulto. Então, é muito importante que sejam acostumados desde filhotinhos.

9. O que você, como esteticista animal, gostaria de dizer para os internautas da web revista Jornal Animal que gostam tanto de ser tutores de seus pets?
R. Que reserve um tempo para brincar com seus pets, escová-los, ficar atento a qualquer mínimo sinal diferente de comportamento. Uma unha grande causa enorme desconforto e dor aos cães. Para os pés, de pelo, o simples fato de escová-los, pode soar como um carinho se começar desde filhote, também é um momento de estar mais próximos deles. É que o banho não é só estética, é saúde também.
 
 
 
Busca
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal